Mindelo,

Terra com brisa de mar

Mindelo é terra milenar. De gente assente pela força dos seus braços domando a terra e o mar, edificando as casas de lavoura, com os equipamentos que o tempo adaptou ou tornou obsoletos, com a sua igreja, adro e cruzeiro, por onde passou e passa a vida religiosa, social e comunitária da freguesia. Percorrer a sua história é entender as primeiras referências a este território, que são anteriores à nacionalidade, dado surgir mencionado num documento de 1068; é conhecer os factos históricos que por cá passaram, nomeadamente o desembarque das tropas liberais, lembrando-nos para sempre como “Bravos de Mindelo”; mas é sobretudo, calcorrear os seus caminhos e ruas, sentir a brisa do mar e a geada a levantar, ver o sorriso e os olhares das suas gentes, sentir o brio e o bairrismo nas suas festas. Mindelo é mar, são os seus pinhais e pássaros a voar, é Carnaval, é Vaca do Fogo, são os compassos da Páscoa com o cheiro a “folar”, é o fogo a estalar no adro da igreja, os banhistas e os emigrantes a chegar, a festa do padroeiro em Agosto, a praça com gente a conversar, são os cortejos ao “Menino Jesus” e as Janeiras a cantar.

Mindelo é um abraço aberto para si.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Notícias Informativas

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS